Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

WHERE IS MY MIND

WHERE IS MY MIND

Pelas tralhas ou pelas malhas está disposto a lutar por ti

Janeiro 02, 2019

w-m-mind

 As manhãs de mais frio do ano, os agasalhos mais quentes que tinham no seu guarda-roupa, o café matinal que não trocavam por nada deste mundo, e um beijinho de bom dia que lhes dava a energia para mais um dia de trabalho. Seguiam sempre a mesma rotina matinal, já era algo que lhes estava incrementado desde que o amor lhes tinha atacado. Já teriam vivido, tantas ilusões, tantas desilusões, que agora sabiam que iria ser tudo perfeito. Enganam-se, iriam vir muitos entraves, mas só os iriam superar se tudo o que os unisse fosse realmente forte e verdadeiro. Sabes, só entendes o verdadeiro sentido do amor quando algo ou alguém, está contigo, quando alguém sente a tua falta, quando pelas tralhas ou pelas malhas, esta disposto a lutar por ti. Que quer ser teu, tanto quanto tu queres ser dele.

 

28233277_1680297688697593_867715567_n.jpg

 

Cats and more cats

Setembro 25, 2018

w-m-mind

109_3223.JPG

O verão acabou e começou o Outono. E daí ? Ainda podemos aproveitar os fins-de-semana em que ainda temos calor e usar os calções de ganga, antes que sejam guardados no baú até ao próximo verão. 

Este outfit foi escolhido para dar umas voltas a penantes aqui pela zona. O fotógrafo é o de sempre, e com a paciência de sempre, em que o cenário é uma parede estragada. E porque que não podemos aproveitar uma parede velha para tirar fotografias, e quem disse que não ficavam bem fotografias em paredes velhas? Engane-se, ficam bem, eu adoro de paixão.

 

109_3222.JPGPara quem segue o IG, já sabe que os óculos de sol são a minha paixão deste verão, e custaram a modesta quantia de um euro e meio na Primark.  A t-shirt tem anos (e mais anos e mais anos - penso que ainda é da minha altura de universidade) e os calções são nada menos, nada mais que o aproveitamento de umas calças de ganga de homem - velhas . Pensei que ia aproveitar e não os ia usar assim tanto, mas aconteceu totalmente o contrário, tenho usado e abusado destes calções neste verão. 

 

Como podemos aproveitar umas calças de homem para calções? EASY! Basta cortar as pernas das calças pela medida em que querem que os calções fiquem e depois podem deixar assim ou criar um estilo destroyed, mas podem também fazer como fiz e criar umas beirinhas para fora, o que leva a que em vez de cortarem logo os calções, deixem um pouco mais de tecido das calças sem cortar e depois é só fazer as dobras (eu para que elas não estejam sempre a descair ou coso ou então compro uma fita própria para fazer bainhas com o ferro de engomar). 

 

Para finalizar o outfit , nada melhor que uns chinelos confortáveis em que a gente caminhe, caminhe e não sinta os pés cansados. Estes foram um trendy deste verão e também usei e abusei deles (e até a minha avózita quis uns para ela - toda fashion ela - e usou e abusou deles também). 

 

Em termos de maquilhagem usei e abusei do meu queridinho batom da Makeup Revolution Amazing, que encontram no site da Notino por apenas um pouco mais de um euro e meio - bela pechincha para um batom. Mas se quiserem que vos fale dos meus batons da Makeup Revolution Amazing deixem nos comentários . 

 

E por último para finalizar, decidi arriscar no penteado, era um penteado que já queria ter feito à algum tempo, mas o facto de ter cortado o cabelo em Dezembro só me começou a permitir em arriscar mais em penteados no final do verão. 

109_3224.JPG

 Para finalizar este post : 

Sair para fora de casa, ou até mesmo tirar fotografias em que a t-shirt não fosse larga e não fosse capaz de tapar tudo, era impossível, na minha cabeça isso era tudo menos possível. Quando a gente passa a ter mais amor próprio, passamos a ter mais auto estima, passamos a aceitar o nosso corpo tal como ele é.

AMEM-SE, AMEM O VOSSO CORPO. 

109_3227.JPG

109_3229.JPG

 Um beijinho e até ao próximo post 

Cigarrete vichy

Junho 20, 2018

w-m-mind

vicky.jpg

 

Ruas com história, ruas com detalhes, ruas cheias de varandas, cheias de azulejo, tenho uma paixão por todos esses tipos de detalhes. Gosto de explorar este tipo de ruas, gosto delas pela forma que as pessoas tem amor em decora-las. Este tipo de ruas fazem-me respirar a minha infância, em que numa rua, não éramos vizinhos, éramos família, todos partilhávamos as nossas vidas, éramos unidos como tudo na vida, as crianças iam para a casa umas das outras e não existia medo de nada. 
O fim-de-semana em Viana do Castelo fez-me lembrar tanto essa altura, e criar um sentimento de nostalgia. 
 

vicky1.jpg

 

As portas e janelas da minha casa de infância era tal e qual assim, em madeira envernizada, ou pintada, com vidro e detalhes em ferro,  as portas eram muito próximas umas das outras, tinha o tipico degrau alto, o qual eu adorava estar sentada com as bonecas todas ao colo, também adorava sair de casa e ir para a loja tradicional que tinha mesmo ao lado e estar atrás do balcão a fazer de comerciante com a minha vizinha, ir para a outra vizinha quando era peixe cozido na minha casa, pois sabia que ela me ia fazer batatas fritas com ovo e já me safava do peixe, das tias que ainda hoje tenho e que eram as minhas vizinhas de infância, mas são pessoas que levo comigo para a vida. Não temos noção, pois quando somos crianças queremos apenas crescer, mas na verdade a infância é das fases que temos melhores memórias.

 

Lembro-me de as crianças se juntarem num chamado cruzeiro do género do da penúltima foto, e passavam a tarde a brincar, lanchávamos em casa uns dos outros, chegávamos a casa todos sujos, ou quando brincávamos ao esconde-esconde, e cada um se escondia numa rua diferente, quando tocávamos ás campainhas e fugíamos. Mas também tenho uma pequena memória de a minha mãe já nessa altura ter umas calças com um padrão idêntico ás que estão nas fotografias, a moda vai e vem, mas as memórias, os cheiros, os detalhes e as pessoas, ficam sempre gravadas nas nossas vidas, por algum motivo. 

vicky2.jpg

vicky3.jpg

 

Para o passeio desse Domingo decidi optar por umas calças estilo cigarrete em padrão vichy e uma camisa de ganga. 

As calças são um super top dos tops agora desta estação do ano, pois são pradão vichy. Este tipo de padrão das duas uma, ou se ama, ou se odeia. E eu como sempre gostei de marcar os meus outfits por peças que marquem a diferença, fiquei logo fã desta tendência. 

Estas calças foi amor a primeira vista na Stradivarius e ainda as encontram a venda em loja, ou na loja online (aqui). Um dia destes faço-vos uma wishlist das peças que podiam vir morar cá para casa todas neste padrão! 

Quem mais é adepto deste tipo de padrão? 

 

Camisa: Imagem, Calças: Stradivarius, Ténis: Primark 

vicky4.jpg

vicky5.jpg

 

Um beijinho e até ao próximo post my minds 

 

estatisticas gratis

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D