Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

WHERE IS MY MIND

25
Out18

26 coisas que aprendi ao longo da vida

w-m-mind

109_2979.jpg

 

Das coisas que mais demorei a incrementar em mim, mas que me fizeram e fazem uma pessoa muito mais livre e feliz.

  1. Amor-próprio em primeiro lugar

  2. Desligar de pessoas hipócritas (que é como quem diz, que trabalham com os dois lados, dependendo do que lhes melhor convèm)

  3. Não deixar de acreditar em nós

  4. Desilusões servem de lições

  5. Familiares temos muitos, família temos quem está ao nosso lado todos os dias

  6. Conhecidos temos muitos, amigos contamos com os dedos apenas de uma mão

  7. Aceitar o nosso corpo tal como ele é, com uns quilos a mais, estrias, e cicatrizes, não é o nosso corpo que nos define como pessoas

    109_2934.jpg

  8. Não fazer planos a longo prazo

  9. Não desistir do que nos faz realmente felizes

  10. Não desistir dos nossos sonhos

  11. O AMOR EXISTE E APARECE QUANDO MENOS ESPERAMOS

    IMG_20180908_143030.jpg

     

  12. A vida troca-nos as voltas, e assim é que faz sentido

 Sempre sonhei em estudar designer de moda, ou algo relacionado com o designer, mas por impossibilidade com quinze anos não vim estudar para o Porto, e então continuei na minha terra, onde estudei Línguas e Humanidades, e acabei por mudar o meu pensamento e na Faculdade estudei numa área em que fundamentalmente estudamos Direito – o oposto – mas das decisões mais acertadas da minha vida, tudo tem uma causa e um porque.

  1. Desenhar e costurar sempre foi a minha paixão, e mesmo nunca ter estudado essa área, não me fez desistir dela, então desenho, costuro, invento e reinvento as minhas peças de roupa. Por isso nunca desistam de fazer o que mais gostam.

  2. Existe tempo para tudo, e tudo vem no tempo certo.

  3. Nunca digam nunca, eu sempre disse que nunca me casaria – e a vida deu a volta e eis que engoli as palavras.

Fui pedida em casamento e pensei que as coisas ficariam por ali, mas não casei fez um ano no dia 5 de Agosto (e sem dúvida que casar tinha de fazer parte da minha vida, casar faz-nos sentir umas verdadeiras princesas no nosso castelo).

  1. Percebi que não era para mim pensar a longo prazo, aliás decidimos casar no final de Maio de 2017 e casamos no início do mês de Agosto de 2017.

    IMG_3468.JPG

     

  2. Deixei de ser consumidora compulsiva em termos de roupa, maquilhagem e sapatos, na verdade de que me servia ter uma dúzia de paletas de sombras se apenas usava algumas, ter não sei quantos pares de calças se na verdade metade nem saía do guarda-vestidos, foi ai que decidi tirar tudo para fora e dei tudo o que não usava, mesmo gostando das coisas e me servindo, a uma instituição de acolhimento residencial de crianças e jovens.

  3. Passei a ver as coisas simples da vida e que realmente nos fazem bem, por exemplo, em vez de passar o Domingo num Shopping a ver lojas, isso deixou de ser os meus planos e passei a dar valor a passear ao ar livre, e passei a ser muito felizes e a renovar muito mais as energias.

  4. Um bom filme e uma chávena de chá passaram a ser as noitadas de sábado (e quem bem que sabe) – chamam a isso o peso da idade.

  5. As fobias não nascem connosco, elas podem nascer por situações da vida. Com 24 anos passei a sofrer de amaxofobia, que é como quem diz medo em andar de carro, devido a um acidente que tive de carro em que só tomei consciência da gravidade do que se tinha passado já estava numa sala de cirurgia.

  6. Prefiro o pelo dos meus animais na minha roupa que a presença de certas pessoas na minha vida.

  7. Podia ter a casa mais arrumada se não tivesse animais, mas não era tão feliz, assim tenho de dividir a casa com duas cadelas e uma gata.

    44691575_339881733411398_519608326040846336_n.jpg

     

  8. A mesa da cozinha com a minha família é o meu programa preferido ao Domingo à hora do almoço.

  9. Não colecciono coisas, passei a coleccionar momentos.

  10. Pensei que o meu percurso de estudo teria acabado, mas estou seriamente a pensar voltar a estudar - nunca é tarde para voltarmos a estudar.

  11. Já tive um blog anteriormente, e desisti porque na minha cabeça não tinha tempo para ele, mas quando a gente quer temos tempo para tudo  – e assim nasce novamente o WHERE IS MY MIND. 

 

Um beijinho e até ao próximo post 

w.mind.png

 

 

10 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.