Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

WHERE IS MY MIND

WHERE IS MY MIND

16
Fev19

Sensitive Végetal – Yves Rocher

w-m-mind

Hoje venho partilhar convosco um dos meus produtos do momento – um creme facial da Yves Rocher.

 

51942467_493072061220839_1942502476917768192_n.jpg

O creme é da gama “Sensitive Végetal”, que é uma gama assente em peles sensíveis, eu não tenho propriamente a pele sensível, mas a verdade é que tive um período de tempo em que a minha pele era  muito “bipolar”, tanto se encontrava muito oleosa, como se encontra muito seca, como estava tranquila e n o dia seguinte tinha marcas vermelhas e não percebia a razão para tal.

 

Foi aí que este creme entrou na minha vida e passado poucos dias notou-se logo algumas diferenças. 

 

O creme é um creme hidratante e anti-vermelhidão, o que acaba por ser óptimo, pois promete hidratar, deixar a pele sem manchas, incluindo as manchas vermelhas.

 

A sua fórmula é composta em mais de noventa por cento de ingredientes naturais, sem perfumes, sem álcool, sem corantes, sem óleo mineral e sem parabenos.

 

No que concerne á sua textura, é bastante fácil de se aplicar, sendo que com pouco produto conseguimos hidratar o rosto todo (posso dizer que uma embalagem deu-me para cerca de dois meses a colocar duas vezes por dia – para verem como rende).

 

Eu adorei o uso deste produto, sendo que deixava o rosto bastante hidratado e com um ar bem sequinho (durante dois meses que o usei apenas tive cerca de uma semana em que a pele estava um pouco mais oleosa).

Uma embalagem custa cerca de €11,00, e pensando vem na quantidade de produto, e o tempo que dura compensa e é sem dúvida um dos meus produtos de eleição.

 

51989064_328732754426423_6772718973986275328_n.jpg

 

Já conheciam esta gama ou já usaram? Qual a vossa opinião?

 

Um beijinho e até ao próximo post my minds 

w.mind.png

 

05
Fev19

Receita - Pudim de Pão

w-m-mind

Hello my minds, como estão? Espero que esteja tudo bem com vocês !  Quantas(os) de nós por vezes quando vai a ver tem o pão já rijo? O que fazem com ele ? Eu simplesmente congelo e depois faço uma sobremesa para adoçar a boca das pessoas cá de casa. A receita que faço é Pudim de Pão. Alguém de vocês já conhecia ? 
É super fácil, rápida e saborosa ! Isto para além de uma receita é uma lição de poupança. 

109_2985.jpg

 

Ingredientes

250 gramas / 300 gramas de pão duro 

4 Ovos

Caramelo (para untar a forma)

1 Colher de sobremesa de canela

450 / 500 ml de leite (consoante as gramas de pão que utilizem se for 250g / 450 ml , se for 300g / 500 ml)

+/- 200  gramas de açúcar (conforme o gosto de cada um) 

Raspa de 1 limão

 

Modo de preparação

  1. Num recipiente colocamos cerca de 250 ml de leite quente e o pão.
  2. Deixe o pão um pouco de molho com o leite, de maneira a que seja mais fácil o próximo passo. 
  3. De seguida passe tudo com uma varinha mágica até que fique do tipo de uma papa.
  4. Depois acrescenta-se os 4 ovos, as 200 gr açúcar, a canela, o restante leite e a raspa de limão.
  5. Bater bem todos os ingredientes até se ter uma mistura homogénea.
  6. Numa forma de pudim ou mesmo redonda untar a mesma com caramelo ao gosto de cada um.
  7. Leve ao lume numa panela de pressão e deixe cozer em banho-maria. 

Vá vendo com um palito até estar cozido. Depois de estar cozido, deixe arrefecer um pouco (pelo menos até ficar morno), depois é só desenforma-lo e está pronto a servir. 

 

109_2988.jpg

109_2990.jpg

 

Um beijinho e até ao próximo post my minds 

 

 

26
Jan19

Poetry in your body

w-m-mind

 

"Poetry in your body
You got it in every way"

Sia

aveiro1.jpg

 

Move your boby , move your body !

Expressa o teu corpo, liberta-te, deixa de lado padrões de estilo e de moda, e “encarna” no que te faz sentir bem, no que te faz sentir tu própria!

Desde que cortei o cabelo que me libertei, acho que já o deveria de ter feito mais cedo. Libertar-me permitiu-me sem dúvida ser mais eu.

Acordar de manhã e pensar que sem dúvida isto é o balanço que o meu corpo precisava e precisa, que me caracteriza, que me define.

Ter o cabelo comprido fazia-me sentir “igual” ao resto do mundo, e eu acho que cada um de nós tem de ter algo que nos defina, sem ter medo de sermos rotulados.

Foi um choque cá por casa, aliás acho que quem teve o maior choque foi o meu marido, que adora ver cabelos compridos, mas tal como ele diz “a minha liberdade, o meu bem-estar é superior ao resto” – acho que foi tão evidente que até ele agora está em modo apaixonado por este tipo de cabelos, que acaba por dar dicas e assim.

 

aveiro2.jpg

Este outfit é uma das vitórias com todas estas mudanças. Deixei de ter medo de arriscar, de criar estilos de outfits completamente diferentes de dia para dia. Hoje ando num estilo mais roqueiro, amanhã mais arranjadinho, e no outro mais desportivo. Ando conforme me quero e bem me apetece (e acredito-me que antes não conseguia sair de casa sem ser arranjadinha, cabelo todo arrumadinho e direitinho).

Uma saia básica é sempre aquele clássico que temos de ter num guarda-roupa feminino, esta já tem um bom par de anos, mas existem em todas as colecções e em todas as lojas.
Outro básico no meu guarda-vestidos é sem dúvida umas botas estilo militar. Tive umas durante anos que deram o berro no ano passado e este ano renovei o stock (na verdade foi o marido que comprou).
Sem dúvida que para mim as peças chave são a t-shirt e o cinto. Peças tão simples e que dão logo outro toque à coisa, como se costuma dizer.
Ando numa vibe de glitters, e esta t-shirt foi uma paixão de saldos, na Tiffosi, não me recordando agora do preço, mas sei que não ultrapassou os dez euros. Boas compras, quem mais não adora? 

E vocês são team de cabelo curto ou comprido ? Contêm-me tudo

 

Um beijinho e até ao próximo post 

w.mind.png

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

estatisticas gratis

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.